Categoria: Impotência

Como Aumentar o Pênis Rapidamente

Usando Como Aumentar o Pênis Rapidamente

Todo mundo quer fazer seu pênis maior, mas os mesmos caras não têm certeza se é viável ou não. Quando o pênis estiver macio, puxe gentilmente o pênis. Para alguns caras, um pênis maior é uma necessidade definitiva. Conseguir um pênis maior é realmente um objetivo para muitos homens, mas eles não entendem como realizá-lo. Não sofra, use hot men caps.

Se Você Ler Mais Nada Hoje, Leia o Relatório sobre Como Aumentar o Pênis Rapidamente

Extensores de pênis são dispositivos baseados em técnicas naturais de aumento do pênis e são muito preferíveis a outras técnicas mais agressivas, como exercício ou cirurgia, embora a pressão exercida por um extensor funcione mais eficazmente quando acompanhada de um suplemento potente, daí a sugestão de ser usado em conjunto. com pílulas para aumentar o pênis, trabalhe igualmente sozinho, embora mais devagar. Os extensores para aumentar o pênis são quase a mesma coisa. Normalmente, o extensor do pênis deve ser usado por cerca de seis horas por dia. Embora os extensores não causem perigo à nossa saúde, mesmo quando são imitações, o problema é que alguns ficam tão desconfortáveis ​​que o homem acaba sendo forçado a desistir de seu uso e acaba perdendo o dinheiro investido e, pior, a maior parte do tempo você acaba desistindo e perdendo o seu sonho, que é muito mais sério. Há também extensores falsificados e uma grande variedade de opções.

O Tesouro Escondido de Como Aumentar o Pênis Rapidamente

Às vezes, um homem é confrontado com outros homens que têm pênis maiores. O homem e a mulher sentem-se pouco valorizados em momentos de dúvida ou quando estão se sentindo levemente deprimidos. Maneiras poderosas para aumentar rapidamente o pênis Você pode ser um dos muitos homens que estão insatisfeitos com o tamanho do pênis e querem saber como aumentar o pênis naturalmente. Todo homem que tem um pênis pequeno gostaria de fazer isso acontecer. Porque as mulheres acham que a circunferência é VITAL para dar-lhes prazer, acho que a cirurgia é um desperdício de dinheiro. É verdade que algumas mulheres especialmente atraentes preferem pênis grandes, mas também há mulheres que não se importam tanto assim.

As definições de Como Aumentar o Pênis Rapidamente

Existem técnicas muito simples que você pode usar para aumentar o comprimento e a espessura do seu pênis rapidamente e permanentemente. Existem vários métodos e, infelizmente, nem todos são seguros. Não há procedimento cirúrgico que seja eficaz no aumento do perímetro peniano. A cirurgia não pode aumentar sua circunferência. Além disso, apenas adiciona comprimento e não circunferência, enquanto os métodos naturais adicionam ambos.

As definições de Como Aumentar o Pênis Rapidamente

As pílulas não funcionam e não lhe darão nada além de efeitos colaterais, as bombas só são boas para promover uma ereção em homens que têm DE, e a cirurgia é muito cara e perigosa para considerar quando há aumento natural do pênis que não custa dinheiro e é 100% seguro. Não há nada em qualquer pílula que aumente a estrutura do seu pênis, então poupe seu dinheiro e seu tempo. Não há nada em qualquer pílula ou poção que possa aumentar a estrutura do seu pênis.

A única Coisa a Fazer para saber Como Aumentar o Pênis Rapidamente

Existem vários métodos eficientes para aumentar o pênis rapidamente, mas a informação na internet é muito controversa sobre quais são os métodos que realmente aumentam o pênis rapidamente. Kits de aumento do pênis Se você quiser ampliar seu pênis rapidamente e permanentemente, as informações a seguir devem ser muito úteis para você. O pênis é composto de ligamentos e vasos sanguíneos que devem ser expandidos manualmente. Por outro lado, um pênis pequeno pode ser embaraçoso e humilhante, ambos são experiências dolorosas. Um pênis grande pode deixar um homem orgulhoso e confiante. A maioria das pessoas pensa que o tamanho ideal tem que ser um pênis grande e real.

Disfunção erétil

Disfunção erétil

O que é disfunção erétil?
A disfunção erétil (DE), ou impotência, é a incapacidade de iniciar ou manter consistentemente uma ereção por tempo suficiente para ter sexo satisfatório. Para manter uma ereção, o sangue deve poder fluir e permanecer no pênis até o orgasmo.

Os homens muitas vezes têm problemas com suas ereções de vez em quando. Se a DE ocorrer com frequência, o tratamento médico pode ajudar.

ED pode acontecer em qualquer idade, mas é mais comum em homens com mais de 65 anos.

O que causa a disfunção erétil?
As causas mais comuns de disfunção erétil são problemas de saúde que afetam os vasos sanguíneos e o fluxo sangüíneo no pênis. Estes incluem o endurecimento das artérias (aterosclerose), que está ligado ao diabetes, obesidade, tabagismo, pressão alta e colesterol alto. Portanto, a DE pode ser um sinal de doença cardíaca ou outros problemas sérios de saúde.

Outras causas comuns de ED incluem:

Drogas. Exemplos são medicamentos (antidepressivos e medicamentos para tratar pressão alta, dor ou câncer de próstata), álcool, tabaco e drogas ilegais.
Falta de desejo sexual . Isso pode resultar de depressão, ansiedade, doenças cerebrais, como derrame, e baixa testosterona (o hormônio sexual masculino)
Danos nos nervos. Danos aos nervos que transmitem sinais do cérebro ao pênis podem ocorrer devido a diabetes, esclerose múltipla (EM), lesões na medula espinhal, cirurgia pélvica ou de próstata, radioterapia ou trauma pélvico.
Desequilíbrio hormonal. Testosterona baixa, alta prolactina e níveis anormais de hormônios tireoidianos podem causar disfunção erétil
Doença renal e hepática crônica. Estas doenças afetam vasos sanguíneos, nervos e níveis hormonais
Como os médicos encontram a causa da disfunção erétil?
Se você tem tido DE por mais de dois meses, você deve procurar um médico para encontrar a causa. Para detectar a causa da disfunção erétil, seu médico fará um histórico de quando você começou a ter problemas com ereções e desejo sexual, doenças ou lesões que poderiam causar disfunção erétil e quaisquer alterações físicas ou emocionais recentes em sua vida. Você também precisará rever todos os medicamentos que você toma. A avaliação geralmente inclui um exame físico.

Dependendo dos resultados, o médico também pode solicitar exames de sangue para hormônios, glicemia de jejum (açúcar) e colesterol. Seu médico também pode testar o fígado e o rim. Raramente, alguns homens precisam de testes especiais para verificar a função nervosa, os vasos sanguíneos e o fluxo sanguíneo.

Como a disfunção erétil é tratada?
O tratamento para disfunção erétil dependerá da causa e da gravidade da sua condição. As opções de tratamento podem incluir o seguinte:

Remédio

Medicação oral. Três drogas eficazes – sildenafil, vardenafil e talafadil – funcionam aumentando o fluxo sanguíneo para o pênis durante a estimulação sexual
Terapias penianas. Medicamentos injetados no pênis ou inseridos na uretra para aumentar o fluxo sanguíneo podem funcionar quando os medicamentos orais não
Terapia de reposição de testosterona . A testosterona pode ser substituída por meio de injeções, adesivos, géis ou comprimidos colocados entre a bochecha e as gengivas
Dispositivos e cirurgia

Dispositivo de vácuo. Um cilindro de plástico externo e uma bomba de vácuo puxam o sangue para o pênis e causam uma ereção. Às vezes, os homens precisam colocar um anel elástico ao redor da base do pênis para evitar que o sangue flua de volta para o corpo
Implantes penianos. Os implantes penianos (tipos rígidos ou infláveis) são usados ​​para pacientes raros que não respondem bem a outros tratamentos
Cirurgia vascular. Homens jovens que têm um problema com o fluxo sangüíneo peniano às vezes podem precisar de cirurgia para corrigir o problema
Aconselhamento psicológico

Leia também: Impotência sexual masculina e feminina

Se um relacionamento ou um problema emocional for a causa do seu DE, seu médico pode sugerir que você e seu parceiro consultem um terapeuta sexual
Suplementos dietéticos são tratamentos não comprovados para disfunção erétil, e alguns contêm ingredientes prejudiciais.

Todas as opções de tratamento têm riscos. Encontrar o tratamento certo para você pode levar várias tentativas. Seu médico irá trabalhar com você para encontrar a melhor opção de tratamento para você. Se a causa do seu DE for um desequilíbrio hormonal, o seu médico pode encaminhá-lo para um endocrinologista (um especialista em condições relacionadas a hormônios).

Perguntas para perguntar ao seu médico
Qual é a causa ou causas do meu ED?
Quais são as minhas opções de tratamento?
Quais são os riscos e benefícios de cada um desses tratamentos?

Fonte: https://www.valpopular.com/impotencia-sexual-masculina-e-feminina/

O que você deve saber sobre a disfunção erétil?

O que você deve saber sobre a disfunção erétil?

Provoca sintomas de tratamento testes de exercícios
Um homem é considerado portador de disfunção erétil se ele regularmente achar difícil conseguir ou manter uma ereção firme o suficiente para poder ter relações sexuais, ou se interferir com outra atividade sexual.
A maioria dos homens ocasionalmente experimentou alguma dificuldade com o pênis se tornando difícil ou permanecendo firme. No entanto, a disfunção erétil (DE) só é considerada uma preocupação se o desempenho sexual satisfatório for impossível em várias ocasiões por algum tempo.

Desde a descoberta de que o medicamento sildenafil, ou Viagra, afetou as ereções penianas, a maioria das pessoas percebeu que a DE é uma condição médica tratável.

Os homens que têm um problema com seu desempenho sexual podem relutar em conversar com seu médico, já que isso pode ser um problema embaraçoso.

No entanto, o ED agora é bem compreendido e existem vários tratamentos disponíveis.

Este artigo do MNT Knowledge Center oferece informações úteis para pessoas com esse problema ou com pessoas próximas a elas.

Fatos rápidos sobre disfunção erétil:
A disfunção erétil (DE) é definida como uma dificuldade persistente de alcançar e manter uma ereção suficiente para fazer sexo.
As causas geralmente são médicas, mas também podem ser psicológicas.
Causas orgânicas são geralmente o resultado de uma condição médica subjacente que afeta os vasos sanguíneos ou nervos que alimentam o pênis.
Numerosos medicamentos prescritos, drogas recreativas, álcool e tabaco podem causar disfunção erétil.
Causas
A função erétil normal pode ser afetada por problemas com qualquer um dos seguintes sistemas:

fluxo sanguíneo
Fornecimento de nervo
hormônios
Causas físicas
homem estressado sobre ed
A disfunção erétil pode causar constrangimento.
Vale sempre a pena consultar um médico sobre problemas persistentes de ereção, uma vez que pode ser causado por uma condição médica grave.

Se a causa é simples ou séria, um diagnóstico adequado pode ajudar a resolver quaisquer problemas médicos subjacentes e ajudar a resolver dificuldades sexuais.

A lista a seguir resume muitas das causas físicas ou orgânicas mais comuns da DE:

doença cardíaca e estreitamento dos vasos sanguíneos
diabetes
pressão alta
colesterol alto
obesidade e síndrome metabólica
Mal de Parkinson
esclerose múltipla
desordens hormonais, incluindo condições da tiróide e deficiência de testosterona
desordem estrutural ou anatômica do pênis, como a doença de Peyronie
tabagismo, alcoolismo e abuso de substâncias, incluindo uso de cocaína
tratamentos para a doença da próstata
complicações cirúrgicas
lesões na área pélvica ou medula espinhal
radioterapia para a região pélvica
A aterosclerose é uma causa comum de problemas no fluxo sanguíneo. A aterosclerose causa um estreitamento ou entupimento das artérias no pênis, impedindo que o fluxo sanguíneo necessário para o pênis produza uma ereção.

Vários medicamentos prescritos também podem causar ED, incluindo os abaixo. Qualquer pessoa que esteja tomando medicamentos prescritos deve consultar seu médico antes de parar ou trocar seus medicamentos:

medicamentos para controlar a pressão arterial elevada
medicamentos para o coração, como a digoxina
alguns diuréticos
drogas que atuam no sistema nervoso central, incluindo algumas pílulas para dormir e anfetaminas
tratamentos de ansiedade
antidepressivos, incluindo inibidores da monoamina oxidase (IMAOs), inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRSs) e antidepressivos tricíclicos
analgésicos opiáceos
algumas drogas contra o câncer, incluindo agentes quimioterápicos
medicamentos para tratamento da próstata
anticolinérgicos
drogas hormonais
a cimetidina medicação úlcera péptica
As causas físicas são responsáveis ​​por 90% dos casos de disfunção erétil, com causas psicológicas muito menos comuns.

Causas psicológicas
Em casos raros, um homem pode sempre ter tido DE e pode nunca ter conseguido uma ereção. Isso é chamado de ED primário, e a causa é quase sempre psicológica se não houver deformidade anatômica ou problema fisiológico óbvio. Tais fatores psicológicos podem incluir:

culpa
medo da intimidade
depressão
ansiedade severa
A maioria dos casos de DE é ‘secundária’. Isso significa que a função erétil tem sido normal, mas se torna problemática. Causas de um problema novo e persistente são geralmente físicas.

Leia também: Remédio para impotência

Menos comumente, os fatores psicológicos causam ou contribuem para a disfunção erétil, com fatores que vão desde doenças mentais tratáveis ​​até estados emocionais cotidianos que a maioria das pessoas experimenta em algum momento.

É importante notar que pode haver sobreposição entre causas médicas e psicossociais. Por exemplo, se um homem é obeso, mudanças no fluxo sanguíneo podem afetar sua capacidade de manter uma ereção, que é uma causa física. No entanto, ele também pode ter baixa auto-estima, o que pode afetar a função erétil e é uma causa psicossocial.

Andar de bicicleta causa ED?
Perguntas permanecem sobre os efeitos sobre a saúde dos homens de andar de bicicleta.

Algumas pesquisas levantaram preocupações de que homens que pedalam regularmente por longas horas podem ter um risco maior de disfunção erétil, além de problemas de saúde de outros homens, como infertilidade e câncer de próstata.

O mais rec

Superando a ansiedade do desempenho sexual

Superando a ansiedade do desempenho sexual

Ansiedade de desempenho e DE Causas da ansiedade de desempenho Causas dos sintomas de disfunção erétil Como lidar Quando procurar ajuda
Seja devido a expectativas ou preocupações pessoais, é comum que homens de todas as idades experimentem ansiedade de desempenho e disfunção erétil em algum momento.
O estresse sobre o sexo pode levar à ansiedade de desempenho. Isso, por sua vez, pode levar à disfunção erétil (DE), que é difícil de obter ou manter uma ereção.

Alguns métodos simples de enfrentamento podem ajudar os homens a lidar com o DE relacionado à ansiedade de desempenho.

Qual é o elo entre ansiedade de desempenho e ED?
casal sentou-se na cama com ansiedade de desempenho e disfunção erétil
Estresse e ansiedade podem causar disfunção sexual, o que pode levar a disfunção erétil.
A ansiedade de desempenho e a DE podem estar ligadas de várias maneiras. Estresse e ansiedade sobre a realização sexual ou prazer de um parceiro podem causar disfunção sexual em homens e mulheres.

Quando essas expectativas sexuais pessoais não são satisfeitas, isso pode levar a uma espiral descendente de sentimento indigno ou incapaz.

Nos homens, esses sentimentos de inadequação e baixa auto-estima podem se transformar em sintomas físicos, como disfunção erétil.

A pesquisa observa que há uma ligação clara entre o estado de espírito de um homem e sua capacidade de se apresentar sexualmente.

Causas da ansiedade de desempenho
A ansiedade do desempenho é tipicamente causada por pensamentos negativos sobre a capacidade de uma pessoa ter um bom desempenho durante a atividade sexual, o que pode incluir sentimentos de inadequação sexual ou a incapacidade de agradar um parceiro.

Esses sentimentos podem ser influenciados pela imagem corporal, pelo tamanho do pênis ou por percepções sobre a masculinidade ou o papel do homem. Pensamentos negativos mais generalizados sobre a vida de alguém também podem contribuir para a ansiedade de desempenho.

Lidar com o estresse no trabalho, na família ou com dinheiro também pode influenciar o estado mental de um homem e contribuir para a ansiedade de desempenho.

Causas do ED
Beber pode levar a ansiedade de desempenho e disfunção erétil
Fumar, abuso de drogas e álcool podem contribuir para ED.
ED é um sintoma causado por uma série de fatores contribuintes complexos. ED pode ocorrer quando há uma ruptura em qualquer um dos processos relacionados com a obtenção de uma ereção, incluindo o estado mental do homem. ED também pode estar relacionada com os nervos, hormônios, ou mesmo a circulação do sangue.

Além da ansiedade de desempenho, outras coisas que podem contribuir para ED incluem:

depressão
desinteresse
estresse
baixos níveis de testosterona
fumar
abuso de álcool ou drogas
doença cronica
distúrbios renais
dano do nervo do diabetes
acidente vascular encefálico
prejuízo
irradiação pélvica
cirurgia recente
Alguns medicamentos também podem causar ED, especialmente aqueles que perturbam ou alteram os hormônios, nervos ou circulação no corpo. Esses incluem:

antidepressivos
medicamentos anti-inflamatórios
medicamentos para pressão alta
medicamentos para batimentos cardíacos irregulares
relaxantes musculares
terapia hormonal
quimioterapia
drogas que afetam a próstata
Um médico ou farmacêutico pode ajudar a identificar esses efeitos colaterais potenciais antes que uma pessoa inicie um novo medicamento.

O que você deve saber sobre a disfunção erétil?
O que você deve saber sobre a disfunção erétil?
Quão comum é a disfunção erétil em homens jovens? Como isso é tratado?
LEIA AGORA
Sintomas
A ansiedade de desempenho afeta a todos de maneira diferente, pois todos reagem ao estresse e à ansiedade de maneiras diferentes. No corpo, isso pode produzir vários sintomas, como ejaculação precoce, incapacidade de orgasmo ou perda de interesse pelo sexo.

Os sintomas físicos da disfunção erétil incluem dificuldade em obter ou manter uma ereção e também podem levar à perda do desejo sexual.

Como lidar
Há muitas dicas que podem ajudar as pessoas a lidar com a ansiedade de desempenho e disfunção erétil e ajudá-las a ter experiências sexuais positivas.

Evite o ciclo
Muitos homens podem cair em um ciclo de ansiedade de desempenho. Ter uma experiência sexual decepcionante de vez em quando é perfeitamente normal e sintomas ocasionais de DE não costumam ser motivo de preocupação.

No entanto, homens com ansiedade de desempenho podem insistir nesse evento ou considerá-lo um fracasso. Isso pode levá-los a ficarem ansiosos sobre a atividade sexual no futuro, e essa ansiedade pode fazer com que o DE continue.

Em vez disso, é essencial que os homens entendam que o que percebem como uma falha sexual é um evento perfeitamente normal.

Leia também: Viagra Natural

Em vez de se concentrar no resultado negativo, pode ajudar a identificar qual fator causador de estresse ou preocupação influenciou os sintomas da disfunção erétil. A causa pode ser simples, como um próximo projeto no trabalho ou planejamento de uma viagem em família.

Mudar o foco para a causa, em vez dos sintomas, pode ajudar a pessoa a reduzir a pressão para ter um bom desempenho a cada vez, especialmente durante períodos de maior estresse.

Concentre-se nos sentidos
Muitos homens com ansiedade de desempenho mentalmente revivem suas falhas sexuais percebidas regularmente. Eles podem se preocupar constantemente com o que o parceiro sexual está pensando ou como será percebido durante a atividade sexual. Uma dica para lidar com isso é concentrar a mente nos sentidos.

Durante a atividade sexual, pode ajudar um homem a f

Principais Causas da Impotência Sexual

Principais Causas da Impotência Sexual

Uso excessivo de certos remédios, depressão, tabagismo, alcoolismo, traumas, diminuição da líbido ou doenças hormonais são algumas das causas que levam à impotência sexual, um problema que impede o homem de ter um contato íntimo satisfatório.

A impotência sexual, também conhecida como disfunção erétil, é a dificuldade ou incapacidade para ter ou manter uma ereção, em pelo menos 50% das tentativas para ter um contato sexual. Em alguns casos, o que pode acontecer é que a ereção não é suficientemente rígida para que possa haver penetração.

Principais Causas da Impotência Sexual
1. Uso prolongado de remédios
Alguns remédios utilizados para tratar problemas crônicos, como pressão alta ou depressão, podem ter um efeito colateral a longo prazo que leva à impotência masculina. Alguns dos casos mais frequentes acontecem com o uso prolongado de antidepressivos, anti-hipertensivos ou antipsicóticos, mas outros também podem causar esse problema.

Assim, caso se esteja utilizando algum medicamento por muito tempo, o melhor é consultar a bula para identificar se pode ter esse efeito ou, então, consultar o médico que o receitou.

2. Consumo excessivo de bebidas alcoólicas ou cigarro
Além de afetar negativamente todo o corpo, a dependência de bebidas alcoólicas ou cigarro, também afeta a região genital, dificultando a circulação do sangue que é necessário para iniciar e manter a ereção.

Assim, homens que fumam ou que consomem bebidas alcoólicas em excesso, ao longo dos anos podem apresentar uma maior dificuldade para ter uma ereção, podendo acabar por desenvolver impotência.

3. Problemas hormonais
Problemas que causam alterações hormonais, como hipotireoidismo ou diabetes, por exemplo, podem afetar todo o metabolismo e funcionamento sexual do corpo, contribuindo para a impotência. Entenda melhor como a diabetes pode afetar a capacidade sexual.

Além disso, existem casos em que o corpo do homem tem maior dificuldade para produzir hormônios sexuais, como a testosterona, que diminuem a libido e podem causar dificuldade para ter uma ereção.

4. Depressão e outra doenças psicológicas
As doença psicológicas, como a depressão ou os transtornos de ansiedade causam muitas vezes sentimentos negativos como medo, ansiedade, nervosismo e insatisfação, que acabam deixando o homem pouco confortável no momento do contato íntimo.

Principais Causas da Impotência Sexual
5. Uso de drogas
Uma boa parte das drogas, assim como o álcool ou o cigarro, também causam impotência ao longo prazo, não apenas devido à diminuição da circulação para a região genital, mas também devido às alterações psicológicas que causam, levando ao distanciamento do mundo real.

Algumas das drogas que são mais frequentemente relacionadas à disfunção eréctil incluem a cocaína, a maconha ou a heroína, por exemplo. Veja outros efeitos negativos da droga no corpo.

6. Excesso de peso ou obesidade
O excesso de peso pode causar impotência de duas formas diferentes. Primeiro, aumenta o risco de ter doenças cardiovasculares, como a aterosclerose, que dificultam a circulação do sangue e impedem uma ereção satisfatória e, depois, também diminui a produção do hormônio testosterona, que é o principal responsável pela libido no homem.

Assim, a perda de peso e a prática regular de exercício físico é uma ótima forma de combater a impotência sexual, especialmente quando se está acima do peso ideal. Veja como calcular facilmente qual o seu peso ideal.

7. Alterações no órgão sexual
Embora seja mais raro, o desenvolvimento de impotência sexual também pode surgir devido a pequenas deformidades no pênis, como fibrose, cistos ou alterações anatômicas, que dificultam a passagem do sangue.

Por isso, se não existe nenhuma outra causa que possa justificar a impotência, é aconselhado consultar um urologista para avaliar a anatomia do órgão sexual.

8. Doenças neurológicas
Vários problemas neurológicos apresentam um risco muito elevado de causar impotência no homem. Isso porque, problemas nos nervos podem dificultar a comunicação do cérebro com o órgão sexual, dificultando a ereção.

Algum problemas neurológicos que parecem estar relacionados com o aparecimento da disfunção erétil incluem Alzheimer, Parkinson, tumores cerebrais ou esclerose múltipla, por exemplo.

Leia também: Tauron Funciona

O que fazer em caso de impotência
Quando existem sintomas como dificuldade para ter ou manter uma ereção, ereção flácida, redução do tamanho do órgão sexual ou dificuldade em manter contato íntimo em algumas posições sexuais é recomendado consultar o médico, para que este possa identificar a causa da impotência sexual e iniciar o tratamento mais adequado.

A impotência sexual pode ser tratada de diferentes formas que dependem da causa do problema, podendo ser recomendada a toma de remédios como Viagra ou Cialis, terapia com hormônios, uso de aparelhos de vácuo ou cirurgia para colocação de próteses no pênis. Veja mais sobre este problema e quais as opções de tratamento disponíveis.